Militares do Corpo de Bombeiros de Alagoas são destaques no Ironman Brasil

Na 3º edição do Ironman em Fortaleza, Fabiano Paes, conquistou uma vaga para o Mundial em Kona 2017

Publicada em 07/12/2016 às 20:29 - Atualizada em 08/12/2016 00:26
ABMAL
  
Fabiano, Digão e Boca, na 3ª edição do Ironman em Fortaleza (Foto: Divulgação) Fabiano, Digão e Boca, na 3ª edição do Ironman em Fortaleza (Foto: Divulgação)

Os militares do Corpo de Bombeiros de Alagoas, Fabiano Paes, Olímpio Rafael, o "Boca" e Rodrigo Moraes, o "Digão", foram destaques na 3ª edição do Ironman Brasil realizada no dia 20 de novembro em Fortaleza no Ceará. Com mais de 600 inscritos, a prova ofereceu 40 vagas para o Mundial de Ironman em Kona, Havaí, Estados Unidos.

Em maio desse ano o militar já marcou 9h:29m na forte prova em Florianópolis (SC), esse foi o melhor tempo de um alagoano em 140.6 milhas, que lhe rendeu a vaga para o Mundial de Kona no mês de outubro. Em Kona, ele fez uma prova épica na capital mundial do Triatlon, onde fechou com 10h01m um percurso que contou com 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42,2 km de corrida. O  triatleta Fabiano Paes, conquistou mais um Sub 10 em Fortaleza, batendo a prova que é considerada a mais difícil dos últimos 3 anos e marcou 9h58m, conquistando a 3ª colocação da categoria 40/44 anos. Fabiano ficou em 19º colocação na geral e foi o melhor alagoano na prova, conquistando uma vaga para o Mundial em Kona 2017.

Rodrigo Moraes, o "Digão", foi prejudicado por uma lesão que atrapalhou um pouco a periodização, mas mesmo assim participou da prova em busca do 4º finisher e o fez em 12h:49 minutos.

“Foi o desafio mais difícil da minha vida como atleta de triátlon. Uma prova duríssima, com uma natação bem difícil pela condição do mar que era bastante mexido. Com isso dificulta a questão da navegação, sem que você consiga manter um ritmo constante durante a etapa da natação. O ciclismo castigou muito, foi muito vento e muito sol durante a segunda volta. Só tenho a agradecer por ter conseguido concluir com êxito mais uma prova do Ironman”, comentou Digão

O militar Olímpio Rafael, o “Boca" participou do seu 3º Ironman. Ele fez o tempo de 10h:50m na categoria 30/34 anos, sendo o 3º alagoano a cruzar a linha de chegada ocupando o 16° lugar na fortíssima categoria e o 97º colocado geral.

“Foi uma prova muito dura, natação difícil, a bike tem um percurso diferenciado onde desgasta qualquer atleta. Saí para correr com as pernas travadas. Com tudo isso, o meu Ironman se tornou um desafio ainda maior, tive que tirar forças de onde não tinha e isso tornou meu resultado ainda mais expressivo.  Consegui melhorar 1 hora e 8 minutos no tempo do ano anterior”, disse Boca.

Estavam inscritos na 3ª edição do Ironman de fortaleza, 20 atletas de Alagoas. 17 largaram, 15 cruzaram a linha de chegada e 2 não concluíram por problemas fisiológicos.

Ordem de chegada dos triatletas alagoanos finishers

1º Fabiano Paes            Tempo: 9:58:40

2º Helio Ribeiro              Tempo: 10:22:44

3º Olímpio Boca             Tempo: 10:50:36

4º Jonatas Carvalho        Tempo: 10:53:05

5º Josemar Alves            Tempo: 10:55:53

6º Fernando Andrade      Tempo: 11:15:44

7º Marinho Pereira          Tempo: 11:36:06

8º Fabrizio Borsato         Tempo: 11:50:16

9º José Estevan              Tempo: 12:23:55

10ª Larissa Coelho          Tempo: 12:29:26

11º Digão Moraes           Tempo: 12:49:13

12º Regis Silva               Tempo: 13:06:42

13º Elionai Soares          Tempo: 13:21:30

14º Gustavo Nordestina   Tempo: 13:32:23

15° Tadeu Maia               Tempo: 13:59: 10

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.

Curta no Facebook