Militares pressionam e recebem apoio de deputados em favor de regime previdenciário diferenciado

Publicada em 06/05/2016 às 17:50 - Atualizada em 07/05/2016 18:33
Assessoria ABMAL
  
Representantes de associações e sindicatos dos Bombeiros e Policiais Militares junto ao deputado estadual Rodrigo Cunha | Foto: Divulgação / Assessoria Representantes de associações e sindicatos dos Bombeiros e Policiais Militares junto ao deputado estadual Rodrigo Cunha | Foto: Divulgação / Assessoria

Na última terça(3), representandes de associações e sindicatos dos Bombeiros e Policiais Militares estiverem presentes na Assembleia Legislativa do estado para discutir o projeto que institui o regime de previdência complementar em Alagoas. A matéria foi proposta pelo Governo e estipula o valor máximo para aposentadorias e pensões dos servidores com base no Regime Geral de Previdência Social.

No caso dos militares, esta questão não vem sendo tratada corretamente. A Constituição e a legislação federal estipulam uma situação previdenciária diferenciada para a classe e, em busca de seus direitos legítimos, os militares procuraram o apoio dos deputados estaduais para que a situação fosse devidamente analisada e esclarecida, evitando o cometimento de injustiças.

O deputado Rodrigo Cunha (PSDB) manifestou-se a favor de uma apuração devida do caso. "Solicitei audiência pública sobre o tema e irei acompanhar o caso passo a passo desse projeto aqui na Casa", declarou o deputado.

 

O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.

Curta no Facebook